Este Blog é sobre Poemas,Livros,Crônicas,Músicas,Programação Televisiva e Espiritualidade.

Brecha

Ainda que a cabeça negue
e a boca oprima,
há algo que persegue e segue
e sangra e pede rima.
 
É como a brecha
na entreaberta porta.
É um jeito de quem chora
e não suporta.
 
Ainda que o orgulho esconda
e a alma resista,
há algo que rompe e que ronda
e sonda e força e fere a vista.
 
É como a brecha
numa rua estreita.
É o grito de quem sabe
e não aceita.
 
Ainda que a lembrança esqueça
e o peito agrida,
há algo que vence a cabeça
e vem,convence e encabeça a vida.
 
É como a brecha
em sombra e claridade.
É a luta de quem busca
a outra metade.

Maria Elizabeth Candio

Anúncios

Comentários em: "Brecha" (10)

  1. Parabéns pelo lindo e singelo Blog, amiga Maria Elizabeth!
    Brecha soou como meu próprio hino pessoal.
    Felicidades, que Deus sempre a abençoe e ilumine.
    Sucesso com todo o seu puro talento:
    Sisino Pereira de Souza.

    • Querido Sisino,

      Muito obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre que quiser.Bom saber que gostou do poema Brecha,que é um dos meus preferidos também.
      Abraços cordiais,

      Beth Candio

  2. Maravilhoso adorei quando estava no ensino médio queria uma professora de língua-Portuguesa que fizesse coisas diferentes como poemas como você faz pena te conhecer so agora, mas vou aproveitar a cada minuto da sua aula.

    • Muito obrigada pelo comentário,Michelle querida!
      Pelo menos agora você o conheceu por completo (que mico,o de ontem…rs…).
      Venha sempre que quiser.
      E que bom saber que sou um tipo de professora que você já sonho ter um dia…!
      Beijocas mil,

      Beth Candio

  3. hariadne disse:

    lindo poema não é atoa que é o que mais agrada a senhora pois eu o achei um dos mais belos poemas que já li parabéns por tamanho talento nunca deixe de encantar nossas almas continue escrevendo e postando seus belos poemas.

    • Muito obrigada,querida!
      Gosto de fato deste poema.E pode deixar que nunca,nunca mesmo,deixarei de escrever e publicar meus trabalhos.
      Volte sempre.Será uma honra recebê-la por aqui!
      Beijocas,

      Beth

  4. Rinaldo Brandão disse:

    Boa noite, Beth. Que coisa mais linda esse seu poema. Tem melodia, imagens fortes e uma cadência que quase nos faz cantá-lo. Não sei o que dizer, Beth, está perfeito. Meus parabéns, menina!

    • Mais uma vez obrigada,amigo querido!
      Este poema é um dos que mais gosto,dentre todos que ousei conceber.
      Que nunca haja uma BRECHA tão longa em nossos caminhos-encontros-virtuais nunca mais.Nem um hiato nos separe das belezuras que podemos trocar outra vez.
      Afinal,”Ainda que a cabeça negue/e a boca oprima”…há sempre “Algo que persegue e segue e sangra…e pede rima” entre amigos literatos como nós.
      Beijos na alma poética.

  5. Jéssica da Silva Lima disse:

    Tive o prazer de ouvi-la recitar esse belíssimo poema pessoalmente, parabéns isso é verdadeiramente um Dom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: